domingo, 13 de Março de 2011

Desaparecimento de Rui Pedro: Martirizam família com pistas falsas


Bruxos e videntes são os que mais a têm contactado


«A partir do momento em que Afonso Dias foi acusado do rapto de Rui Pedro, o menino desaparecido de Lousada há 13 anos, a família voltou a receber dezenas de telefonemas com pistas falsas sobre o paradeiro da criança, que hoje será já um homem, de 24 anos.

"Voltou tudo ao mesmo. Ainda no outro dia recebi uma chamada de um bruxo que dizia saber onde estava o meu sobrinho. Disse-lhe logo que já estávamos cansados deste tipo de telefonemas e que não nos incomodassem mais. As pessoas aproveitam-se da nossa dor", contou Firmino Mendonça, tio de Rui Pedro.

Bruxos e videntes são quem mais tem procurado a família, prometendo, através dos poderes do oculto, encontrar o menor. "Dizem-nos que tiveram visões, que sabem onde está o Rui Pedro, mas nós temos é de nos agarrar à fé e continuar a acreditar no trabalho da polícia", explicou o tio.

Com o passar dos anos, as pistas falsas foram-se tornando mais raras, mas o facto de o MP ter acusado Afonso, de 34 anos, de rapto qualificado, há precisamente duas semanas, trouxe fantasmas antigos.

"Basta a comunicação social começar a falar no caso que os telefonemas aparecem. Nenhuma das pistas se revelou verdadeira", disse João André, primo de Rui Pedro.

Os telefonemas e as tentativas de extorsão e burla têm causado enorme angústia na família, que nos últimos anos seguiu todas as pistas, na tentativa desesperada de encontrar o menino desaparecido.

"Ganhamos sempre esperança de que seja verdade. Mas depois percebemos que, mais uma vez, nos enganaram, que queriam era ver se arranjavam algum dinheiro", explicou João André.»


in CM online, 13-3-2011


Sem comentários:

Enviar um comentário